Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Entrevista a Jorge Madureira .

 
 

Como foi esta primeira semana de trabalho no Boavista?


Acho que podemos dizer que foi um pouco “às escuras”. Isto porque transitam poucos jogadores da época passada, e é obviamente complicado formar uma equipa totalmente nova. Estamos a falar de 20 e tal jogadores. Quando cheguei não havia uma espinha dorsal por causa da falta de jogadores. Tem sido um pouco duro, mas temos trabalhado para formar um plantel.


E como se sente no papel de treinador do Boavista?


O Boavista é um grande clube, uma grande montra. Nem pensei duas vezes quando me fizeram o convite, e como já disse, a questão monetária não foi muito importante. Quer queiram, quer não, o Boavista é o quarto maior clube de Portugal. Por isso, sinto-me muito bem aqui.


Há a possibilidade de lançar jogadores da nossa formação na equipa sénior?


Sim, neste momento posso dizer que devemos ter uns 6 ou 7 juniores a passar para o plantel principal.


O Boavista estará atento ao mercado para trazer mais jogadores...


Sem dúvida. Pretendemos misturar os jogadores jovens com alguns jogadores mais experientes. Temos um, o Jorge Silva, que é um jogador experiente e é muito importante dentro deste clube. Depois vamos tentar colmatar algumas lacunas com jogadores de valor e que venham contribuir para os nossos objectivos.


Que características é que procura nos jogadores que venham para o Bessa?


Essencialmente que sejam jogadores de qualidade, que tenham experiência de clubes fortes. Também é muito importante terem um espírito de ambição, e ainda mais importante, que queiram mesmo jogar no Boavista.


O prestígio e a história do Boavista são armas importantes nesta altura?


Sim, claro. O Boavista tem que apresentar essa vantagem como um trunfo. Todos sabem das dificuldades que o clube atravessa, mas penso que o grande trabalho do Álvaro Braga e do Manuel Barbosa pode ajudar a superar isso, nomeadamente nesta altura de contratações. Está a ser feito um grande esforço para atrair jogadores de qualidade para o clube.


Tem sentido algumas dificuldades nessa missão?


Neste momento, felizmente, não temos dificuldades a nível do planeamento do plantel. Eu estou em perfeita sintonia com o Presidente e com o Manuel Barbosa, e temos trabalhado de manhã à noite para contratar bons jogadores. Ou seja, está tudo dentro do normal... Há as dificuldades normais de um clube que quer pensar e que está num processo de reestruturação. Claro que não tem sido fácil, mas temos tido uma aceitação razoável por parte dos jogadores. É óbvio que para o Boavista não serve qualquer tipo de jogador, teremos que contratar jogadores com valor e que percebam a dimensão do Boavista.


O que é o que os boavisteiros podem esperar de si como treinador, a nível de estilo de jogo e de mentalidade?


É uma pergunta complicada, porque, como referi, estamos praticamente a construir um plantel novo. O meu objectivo é ter uma equipa à minha imagem: uma equipa que trabalhe muito, com ambição e que lute sempre por ganhar. No Boavista temos sempre que jogar para conquistar os 3 pontos. Além disso, a dimensão do Boavista obriga a que entre nesta II Divisão como grande favorito. Usando uma comparação, podemos dizer que o Boavista entra com a responsabilidade de ganhar que o Porto, por exemplo, tem na 1ª Liga.


Mas não será tarefa fácil...


Sabemos que a motivação do adversário será sempre a dobrar, porque estão a jogar contra uma grande equipa. A II Divisão também é muito competitiva, tem equipas com valor. Mas o Boavista tem que entrar sempre em campo com a vitória na cabeça.


O que vai pedir aos jogadores nos primeiros dias de treino e nos jogos da época?


O que peço sempre em todas as equipas: que honrem o clube que representam, que trabalhem muito para ajudar o Boavista a conseguir o seu objectivo, que é subir de divisão.


Então assume que o objectivo do Boavista é subir de divisão?


Claro! Claro que tem que se assumir esse objectivo. Independentemente dos jogadores que cá estejam, o Boavista é sempre uma equipa que irá lutar para subir de divisão. Sabemos que não é fácil, há equipas com orçamentos maiores e com bons jogadores... Mas o Boavista terá sempre que lutar por subir de divisão.


Já está ansioso pelos primeiros treinos e primeiros jogos?


Primeiro estou ansioso em ter a equipa construída. A partir daí, vamos falar com os jogadores, vamos trabalhar e pensar na estrutura da equipa e no sistema de jogo... Gosto muito destes desafios difíceis, sou uma pessoa lutadora.


O campeonato começa a 6 de Setembro. Há outras equipas que já estão mais preparadas... Como é que o Boavista pode ultrapassar isso?


Sim, realmente há várias equipas que já começaram os treinos e já têm um plantel definido. Podemos ultrapassar isto com trabalho. Temos que transmitir isso mesmo aos jogadores, que temos menos semanas de trabalho que as outras equipas e que por isso tem que haver muito trabalho. Mas penso que não é um grande problema, não é essa situação que nos vai criar mais complicações. Preocupa-me mais o facto de termos um plantel totalmente novo, o entrosamento será mais demorado, vai ter que haver uma fase de conhecimento entre todos os jogadores... Esse é um trabalho que terá que ser feito por nós, temos que preparar tudo para que os jogadores ganhem um bom entrosamento o mais rapidamente possível.


Os restantes elementos da equipa técnica fazem-no sentir mais confiante neste trabalho?


Sim, sem qualquer dúvida. O Constantino já trabalha comigo desde o Leça, e o Prof. Luís Cardoso foi-me indicado por um excelente preparador físico e eu pude comprovar o seu valor. Estamos os três em sintonia e com o objectivo de fazer um bom trabalho.


Apesar de agora ter novas funções, esta sua chegada representa também um regresso ao Boavista. Que recordações tem das temporadas que passou aqui?


Eu cheguei ao Boavista com 18 anos, era ainda um menino! Passei aqui momentos maravilhosos, numa altura em que o Boavista estava sempre na Europa, não havia qualquer tipo de problemas e dificuldades. Logicamente que sentia saudades do clube... Cheguei ao Bessa e pude encontrar grandes amigos, como o Manuel Barbosa, que tinha sido meu colega, vários funcionários que ainda cá estão e que já estavam no Boavista quando fui jogador. Também revi alguns sócios, que se lembravam de mim, e eu nutro muito carinho por eles.


Era um objectivo seu treinar o Boavista?


Como treinador de futebol nunca tive o objectivo de treinar um clube em específico... Toda a gente sabe que gosto especialmente de alguns clubes, como o Boavista e o Salgueiros, onde passei muitos anos. Como treinador-adjunto já passei por grandes clubes, e a minha mentalidade é a de que o clube onde estamos a trabalhar é sempre o melhor clube e o que eu mais gosto. Claro que quando surgiu o convite fiquei muito feliz, e estou aqui de corpo e alma para ajudar o clube.

 

Fonte : http://www.boavistafc.pt

 


publicado por Ultras P.N. Gaia às 20:26
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.Visitas

Free Web Counter

.Momentos P.N.

Photobucket

.Material de Apoio P.N. Gaia

.pesquisar

 

.Março 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Voleibol:Boavista FC vs S...

. Futebol Feminino:Boavista...

. Futsal:Boavista vs ADR Ma...

. DR. LUÍS FILIPE MENESES V...

. PANTERAS NEGRAS (RIBEIRÃO...

. Esta Quarta Feira Vamos T...

. Voleibol:Sempre Presentes...

. Ribeirão 2 vs 0 Boavista ...

. BOAVISTA FC NA PRIMEIRA L...

. Invasão a Ribeirão

.arquivos

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.links

.Translator

.Visitantes On.line

.mail

pngaia_84@sapo.pt